BCLUBE 300x250
Dando continuidade à nossa série sobre vinícolas brasileiras, nesse artigo falaremos sobre a Adolfo Lona, especializada na produção de espumantes. Em nossa série, já destacamos a Vinícola Aurora, a Salton, a Casa Valduga, a Miolo, a Cave Geisse, a Luiz Argenta, a Lídio Carraro, a Garibaldi e a Courmayer.

A qualidade dos espumantes que são produzidos na região de Garibaldi, pela Adolfo Lona e por outras cantinas de pequeno porte instaladas na região, muitos com reconhecimento internacional, demonstram que o clima do Rio do Grande do Sul, a carência de calor e suas condições climáticas parecidas com as da região de Champanhe, na França, a tornam uma região ideal para a produção de espumantes.

Adolfo Lona, o proprietário da vinícola que leva seu nome, foi, por muitos anos, diretor técnico de uma grande vinícola no sul do Brasil. Seu conhecimento e os anos de experiência foram decisivos para que decidisse produzir pequenos lotes de espumante.

A ideia que colocou em prática é produzir pequenas quantidades, de forma artesanal, seguindo as técnicas tradicionais e sem o uso de equipamentos sofisticados, tudo para garantir a alta qualidade do produto final – o adorado espumante!

E a vinícola Adolfo Lona preza, mesmo, pela qualidade. Tanto que investiu em salas com controle de temperatura e sem a influencia da luz externa para proporcionar melhores condições para os longos períodos de maturação de seus espumantes. Isso porque, segundo Adolfo Lona, o tempo é aliado da qualidade superior. Exatamente por isso que o ciclo de produção de sua vinícola é mais longo – os espumantes produzidos pelo método charmat tem ciclo de 180 dias e os produzidos pelo método tradicional, 18 meses.

Dito isso, vamos conhecer um pouco mais de cada um dos espumantes Adolfo Lona! Mas antes, vou entender o porque a vinícola produz espumantes pelos dois métodos, o charmat e o tradicional.

Com a utilização do método charmat são produzidos espumantes mais frescos, como o Brut Branco, o Brut Rosé e o Demi-sec. Como já explicamos no artigo sobre espumantes, o método chamat é aquele em que o gás carbônico – responsável pelas deliciosas borbulhas do espumante – é formado quando o vinho base do futuro espumante é colocado em grandes recipientes de inox, chamados de autoclaves.

Na Adolfo Lona, o espumante permanece 180 dias nesses grandes recipientes, tempo suficiente para formar as borbulhas e manter o frescor do espumante.

 

BCLUBE 468x60

 

O método tradicional, por sua vez, é utilizado para a produção de espumantes mais maduros e complexos, como o Nature e o Brut. Por este método, a formação do gás carbônico ocorre na própria garrafa.

Os espumantes permanecem em salas climatizadas por todo o período de produção, que é de 18 meses. Nos dois primeiros meses ocorre a tomada de espuma; na sequencia, inicia-se o ciclo de maturação, quando a destruição das leveduras proporciona incorporação de aromas à bebida.

Na sequência, as garrafas são colocadas de cabeça para baixo para que as impurezas de todo o processo se concentrem na boca da garrafa. Quando decorridos 15 meses, essas impurezas são retiradas (pelo método do dégorgement – congelamento para retirada as impurezas) e, então, recebe o licor de expedição (que é um xarope para dar a dosagem desejada de açúcar) e a rolha com a qual será comercializada. Permanece mais 3 meses em repouso e então está pronto para ser comercializado.

 

Quer saber como eles retiram esses sedimentos? Veja o vídeo abaixo. O vídeo é em francês, mas é possível entender o processo apenas vendo as imagens! Ao abrir a garrafa, com a parte de cima congelada, os sedimentos são expulsos. Na sequência, sai um pouco de espuma e, então, já é possível colocar o licor de expedição e depois a rolha com a qual a garrafa será comercializada.

 

 

 

Espumantes Adolfo Lona

Brut Branco

Elaboração: método charmatAdolfo Lona Brut Branco
Características: espumante fresco, frutado, jovem e seco.
Uvas: elaborado a partir de um blend das uvas Pinot Noir e da Chardonnay, mas com grande predominância desta última.
Dosagem de açúcar: 8 g/L
Preço: R$ 55
Onde comprar: Vinhosite

 

Brut Rosé

Elaboração: método charmatAdolfo Lona Brut Rose
Características: espumante que tem cor rosada, com aromas frutados e gosto persistente. Pode ser descrito como alegre e descontraído, como o brasileiro.
Uvas: elaborado a partir de um blend de uvas tinta (pinot noir) e branca (chardonnay), mas com predominância da Pinot Noir.
Dosagem de açúcar: 8 g/L
Preço: R$ 55
Onde comprar: Vinhosite

 

Demi-sec

Elaboração: método charmatAdolfo Lona Demi-sec
Características: espumante moscatel, mas com doçura moderada. Fresco e jovem.
Uvas: elaborado exclusivamente com a moscatel. Desenvolvido especialmente para agradar grande parte do mercado consumidor que gosta de espumantes mais amáveis, ou seja, com moderado teor de açúcar.
Dosagem de açúcar: de 22 a 25 g/L
Preço: R$ 52
Onde comprar: Vinhosite

 

Nature – Pas dosé

Elaboração: método tradicionalAdolfo Lona Nature
Características: espumante com ótima harmonia e equilíbrio entre a acidez e o álcool.
Uvas: elaborado à partir de um blend das uvas Chardonnay, Pinot Noir e Merlot, esta última em pequena quantidade. A sua função (da Merlot) foi reduzir a acidez, tornando o espumante, que não tem nenhuma adição de açúcar, mais amável.
Dosagem de açúcar: 0 g/L (não há adição do licor de expedição)
Preço: R$ 80
Onde comprar: Vinhosite

 

Orus

Elaboração: método tradicionalAdolfo Lona Orus
Características: espumante nature rosé. Em razão da dificuldade para equilibrar os sabores e o tempo gasto – 24 meses de maturação, a produção é mínima: somente 600 garrafas ao ano.
Uvas: Chardonnay, Pinot Noir e Merlot. A primeira agrega frescor, a segunda o tom rosado e a terceira complementa a cor e ameniza a acidez.
Dosagem de açúcar: 0 g/L
Preço: R$ 152
Onde comprar: Vinhos e Sabores

 

Brut

Elaboração: método tradicionalAdolfo Lona Brut tradicional
Características: espumante com ótimo equilíbrio de sabores e moderada quantidade de açúcar adicionada através do licor de expedição – apenas o suficiente para trazer equilíbrio ao sabor.
Uvas: as duas tradicionais da região de Champagne, Chardonnay e Pinot Noir.
Dosagem de açúcar: 8 g/L
Preço: R$ 72
Onde comprar: Vinhosite

Informações colhidas em abril de 2017. 

E você, já conhecia os espumantes dessa vinícola brasileira? Conte-nos nos comentários abaixo.

 


Gostou de nosso conteúdo?

Assine Já!

 

BCLUBE 468x60