BCLUBE 300x250
O Vinho Periquita é o segundo mais famoso vinho português – só perde para o vinho do porto! É produzido pela gigante José Maria da Fonseca, titular da marca Periquita.

A história do vinho tem início com a história da própria José Maria da Fonseca, quando o seu fundador, de mesmo nome, comprou a propriedade Cova da Periquita, por volta de 1846. Nela, plantou uvas da casta Castelão (trazida provavelmente da região de Ribatejo) e deu início à produção do seu vinho.

Seu vinho era, sem a menor dúvida, o melhor da região, tanto que os demais produtores pediam mudas da sua casta. Nessa época, o vinho ficou conhecido como “o vinho da Periquita”, pois era produzido na Cova da Periquita.

A qualidade desse vinho é antiga e perdura até os dias de hoje. Apenas a título de curiosidade, os prêmios e o reconhecimento da sua qualidade remontam ao século retrasado! Isso mesmo. Em 1888 a safra de 1886 ganhou medalha de ouro na Exposição de Vinhos de Berlim.

A história desse vinho é realmente antiga e pioneira em diversos aspectos, como, por exemplo, no engarrafamento. O vinho periquita foi o primeiro vinho tinto engarrafado em Portugal! Mas apesar da antiguidade – o vinho está na mesa dos portugueses desde 1850, a marca Periquita somente foi registrada em 1941.

lightbulb_outline

Curiosidade: de acordo com José Maria da Fonseca, o engarrafamento impedia falsificações do vinho. Com isso, conseguia evitar imitações e preservar a imagem de sua vinícola.

Atualmente, a vinícola está localizada na região de Península de Setúbal, onde o vinho é produzido e as uvas e as vinhas são cultivadas em solos arenoso e argilo-calcário. Segundo Domingo Soares Franco, sexta geração da família e que atualmente dirige a vinícola, juntamente com seu irmão, “O solo arenoso traz mais cor e estrutura à uva; o argilo-calcário, mais fruta e acidez. É preciso mesclar os dois”.

A elaboração do Vinho Periquita

O Vinho Periquita é o vinho europeu mais vendido no Brasil. É um vinho simples e honesto; saboroso, de corpo médio e cor rubi vivo. Vinho para ser bebido jovem, tendo longevidade de até 5 anos (o original / tradicional).

Originalmente era elaborado somente com a uva tinta Castelão Francês, atualmente renomeada para Castelão Franco. A partir do ano 2000, entretanto, os enólogos responsáveis, sempre atentos ao paladar do seu público, decidiram adicionar outras uvas, transformando o vinho, que era varietal, para um um vinho de corte, ou seja, elaborado a partir da mistura de diversas uvas.

Assim, o vinho periquita passou a ser feito não apenas com a Castelão Franco, mas também com a Trincadeira e Aragonês. O intuito era fazer com que o vinho ficasse mais leve, mais jovem e mais fácil de beber.

lightbulb_outline

Curiosidade: o vinho é realmente um sucesso, tanto que, na região onde é produzido, a própria uva Castelão é chamada de Periquita.

O vinho que foi engarrafado em 2015, por exemplo, foi elaborado com 46% de Castelão, 40% de Trincadeira e 14% de Aragonês. O objetivo foi atingido. O vinho ficou, realmente, bem mais leve e fácil de beber.

 

BCLUBE 468x60

 

O Vinho Periquita

Originalmente, a vinícola produzia somente o vinho periquita tinto – o que podemos chamar de tradicional ou original. De uns anos para cá, entretanto, buscando a renovação da marca, os enólogos produziram novas versões, como o periquita branco, o rosé e o tinto reserva.

lightbulb_outline

Curiosidade: o vinho periquita branco foi produzido originalmente para a Suécia, mas por ter feito sucesso no Brasil, a vinícola passou a elaborar uma versão para o Brasil também. E o mais interessante é que as versões são distintas, pois o destinado ao Brasil é mais doce e menos ácido do que o produzido para a Suécia – uma questão de adaptabilidade ao paladar do mercado consumidor.

 

Vinho Periquita Original 2014

Região: Península de SetúbalVinho Periquita Tinto Original
Solo: arenoso (95%) e argilo-calcário (5%)
Produção: 1.250.000 litros
Uva: Castelão (46%), Trincadeira (40%) e Aragonês (14%)
Envelhecimento: 6 meses em carvalho francês e americano
Preço: de R$ 40 a R$ 50
Onde comprar: Super Adega, lojas especializadas ou supermercados

 

 

Vinho Periquita Branco 2014

Região: Península de SetúbalVinho Periquita Branco
Solo: arenoso
Produção: 134.000 litros
Uva: Verdelho (50%), Viosinho (26%) e Viognier (24%)
Curiosidade: lançado pela primeira vez na colheita de 2004, no mercado Sueco, e no Brasil na colheita seguinte. Em Portugal, foi lançado com a colheita de 2006.
Preço: R$ 60 (aproximadamente)
Onde comprar: Wine,  em lojas especializadas ou supermercados

 

Vinho Periquita Rosé 2014

Região: Península de SetúbalVinho Periquita Rosé
Solo: arenoso
Produção: 70.000 litros
Uva: Castelão (50%), Aragonês (32%) e Trincadeira (18%)
Curiosidade: lançado pela primeira vez na colheita de 2007, pensado para o público português jovem.
Onde comprar: ainda não é comercializado no Brasil

 

Vinho Periquita Tinto Reserva 2013

Região: Península de SetúbalVinho Periquita tinto Reserva
Solo: arenoso
Produção: 1.100.000 litros
Uva: Castelão (52%), Touriga Nacional (33%) e Touriga Francesa (15%)
Envelhecimento: 8 meses em madeira nova e usada de carvalho francês e americano
Preço: R$ 54 (aproximadamente)
Onde comprar: Super Adega ou em lojas especializadas

 

Vinho Periquita Tinto Superyor

Região: Península de SetúbalVinho Periquita tinto Superyor
Solo: arenoso
Produção: 2.200 litros
Uva: Castelão (94%), Cabernet Sauvignon (4%) e Tinta Francisca (2%)
Envelhecimento: 14 meses em barris novos de carvalho francês
Onde comprar: não localizamos revendedores no Brasil

 

Informações colhidas em fevereiro de 2017. 

Confraria Periquita

Vinho Periquita ConfrariaCriada em 1993, no dia 31 de maio – data do aniversário de José Maria da Fonseca, a confraria reúne pessoas que realmente se destacaram por grande contribuição ao Periquita.

O Brasil tem alguns confrades, como o Carlos Cabral, convidado em 1998 e que desde então participa da confraria, além de nomes como Fafá de Belém e Hebe Camargo, pessoas que declararam publicamente que seu vinho predileto era o Vinho Periquita.

Mas não basta querer, é preciso ser convidado para fazer parte deste seleto grupo! A última reunião aconteceu 31 de maio de 2014. Se quiser saber como foi, veja o post do confrade Carlos Cabral!

 

Os Prêmios do Vinho Periquita

Prêmios do Vinho Periquita Branco

Colheita 2012

  • Medalha de Ouro na XIII Edição do Concurso de Vinhos da Península de Setúbal

Colheita 2011

  • Medalha de Ouro no Berliner Wein Throphy 2012

Colheita 2010

  • Medalha de Bronze no international Wine & Spirits Competition 2011

Colheita 2009

  • Medalha de Ouro no Berliner Wein Trophy 2010

 

Prêmios do Vinho Periquita Original

Colheita 2012

  • Wine Enthusiast: WE 86

Colheita 2010

  • Wine Spectator: WS 87

Colheita 2009

  • Medalha de Ouro no 29º Concurso internacional de Vinhos de San Diego, EUA
  • Wine & Spirits: 90

Colheita 2008

  • Medalha de Prata no Decanter Wine Awards 2011

 

Vinho Periquita Premiados

Prêmios do Vinho Periquita Tinto Reserva

Colheita 2012

  • Medalha de Prata no Sakura international Festival
  • The Wine Advocate: RP 85

Colheita 2009

  • Medalha de Ouro no Concours Mondial de Bruxelles 2012

Colheita 2008

  • Medalha de Prata no Concours Mondial de Bruxelles 2011
  • Medalha de Bronze no Decanter Wine Awards 2011
  • Medalha de Bronze no International Wine & Spirits Competition 2011
  • Wine Spectator: WS 85

 

Prêmios do Vinho Periquita Tinto Superyor

Colheita 2008

  • Wine Adocate Magazine: RP 90
  • Revista Wine: 17 pontos
  • Revista Fugas: 8,5/90

 

E você, é um fã do Vinho Periquita? Faz tempo que não degusta um? Se fizer, aproveite a oportunidade para relembrar e conte-nos nos comentários abaixo como foi sua experiência.

 

BCLUBE 468x60

 


Gostou de nosso conteúdo?

Assine Já!